O vidro polarizado com tecnologia eletrocrômica é uma espécie de vidro inteligente que varia de cor segundo a exposição do vidro aos raios solares. No verão, com a exposição do sol mais forte, o vidro fica opaco e evita que o calor entre no ambiente.

No caso do inverno, ele fica transparente e não permite que o calor do ambiente interno se perca. Ele é capaz de fazer com o que ambiente esteja sempre com um clima agradável. O dispositivo funciona sem nenhuma intervenção manual.

Vidro de partículas suspensas (SPD)

Pode funcionar também a partir da eletricidade e passará do transparente para uma cor opaca escura. Nesse caso é possível controlar a intensidade da opacidade de acordo com o que é desejado. Isso é feito através da voltagem da energia, como uma dimerização.

Pode existir a mudança de cor também de acordo com a movimentação do sol. Isso dependerá de uma regulagem capaz de reduzir a luminosidade de 2 e 20% seguindo a luminosidade da área externa.  Desta forma o vidro fará a mudança sem a necessidade de estímulos, para que o ambiente tenha uma iluminação confortável durante todo o dia.

Vidro polarizado fotocrômico

São semelhantes ao utilizados nas lentes dos óculos de grau. Ao contato com os raios solares eles se modificam. O que altera o seu estado, sua cor, é a incidência dos raios ultravioleta sobre eles. Essa espécie de vidro polarizado provavelmente só continuará produzido para pequenas peças.

Vidro polarizado termocrômico

Este é o vidro polarizado com tecnologia mais avançada. A tecnologia termocrônico utiliza o calor para a mudança de cor. Quanto mais intenso for o sol batendo no vidro, mais escuro ele fica, bloqueando a passagem do sol pelo vidro.

Com essa tecnologia é possível economizar bastante energia. Esse tipo de tecnologia do vidro polarizado ainda não é vista com facilidade por causa do alto custo.

Vidro polarizado mais barato

A tecnologia do vidro polarizado consegue surpreender a todos. Facilmente após ler sobre essa tecnologia, as pessoas começarão a imaginar a instalação deles na sua própria casa ou empresa. No entanto, o alto custo para adquirir o produto acaba por vezes desmotivado.

No entanto, dois professores de Harvard têm estudado outras formas de conseguir o efeito do vidro polarizado sem ser necessário haver reações e misturas químicas.

Os vidros polarizados dos dois é na verdade um painel de vidro que é revestido por uma camada de elastômero dos dois lados, cobertos de nanofios de prata. Os fios são tão pequenos que não são vistos ao olho nu. Quando são estimulados por corrente elétrica, elas se deformam a ponto de dispersar luz que chega à janela, resultando em um efeito de vidro opaco no mesmo instante.

Samuel Shian e David Clarke têm trabalhado na formação de um vidro polarizado que fique opaco com uma voltagem elétrica menor. Para isso os estudos estão voltados para a criação de elastômeros mais finos do que já foram produzidos.

Acredita-se que com essa tecnologia nova proposta pelos professores, será possível adquirir esse tipo de vidro de forma mais acessível. Virando uma tecnologia presente não só em empresas, mas nas residências das pessoas.